quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Nos Caminhos do Sul

CATEDRAL DE SÃO PEDRO
– Rio Grande, RS –
       Faz mais de cinco anos que visito Rio Grande regularmente. Desta bela Cidade já fiz mais de quatro mil fotos, algumas dezenas das quais publicadas em cerca de dezoito postagens neste blog. Entretanto, um dos lugares mais significativos, de inegável valor histórico – a CATEDRAL DE SÃO PEDRO – só apareceu aqui em três fotos publicadas no dia 5 de março de 2013!
       Hoje, finalmente, estou me redimindo através destas trinta e cinco, selecionadas de uma série que fiz recentemente (no dia 12 deste mês). 





 

      A Catedral de São Pedro é uma das mais preciosas joias arquitetônicas de nosso Estado, pelo seu valor artístico e histórico. Sua construção teve início em 1755 por ordem de Gomes Freire de Andrade. Em estilo barroco tardio, foi projetada por José Fernandes Alpoim. Trata-se da primeira igreja construída no Rio Grande do Sul. 







    Na Catedral, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional / IPHAN desde 1938, está sediada a Diocese de Rio Grande. Entre 1996 e 1997, devido a graves danos causados pelo tempo, foi restaurada e mais recentemente, em 2007 e 2008, foi novamente reparada, encontrando-se agora em perfeitas condições. 





 

     Junto à entrada, ao lado esquerdo, temos a pia batismal e logo adiante a capela com o túmulo de Dom Frederico Didonet, primeiro bispo da Diocese criada em 1971. Na parede frontal, estão as urnas com os despojos de Raphael Pinto Bandeira e Sebastião Xavier da Veiga Cabral da Câmara. 








      Penso que as fotos que mostro a vocês dão uma ideia bastante fiel do que é esta bela igreja que merece ser conhecida e visitada muitas vezes.
Evandro  

domingo, 31 de julho de 2016

Por terras lusitanas - XIII


ANDANÇAS EM LISBOA

       Para esta postagem selecionei, aleatoriamente, mais algumas vistas de Lisboa. São fotos tomadas em dias e horários diversos, em condições de tempo também diversas, o que resulta num mosaico que me pareceu interessante. Na sequencia aparecem: 


1 - Ribeira das Naus, belo e aprazível recanto à margem do Tejo, localizado bem à frente da Praça do Comércio.


2 - Calçada da Rua dos Bacalhoeiros, em frente à Casa dos Bicos, onde se encontra a Fundação José Saramago, na qual vemos a faixa com os dizeres  “mas não subiu para as estrelas, se à terra pertencia” (fragmento do Livro “Memorial do Convento”, publicado em 1982) 
3 - Um trecho da bela Rua Augusta.


4 – Calçada da Estrela, São Bento. Trânsito congestionado, Carris 28 Prazeres.
5 - Uma vista da Freguesia da Sé.  



6 - Três perspectivas da Gare Oriente (Estação Oriente), com parte da fachada do Shopping Vasco da Gama, os belos arcos da Estação e uma composição (Comboio) recebendo passageiros da plataforma de embarque. 


7 - Duas fotos que registram uma das particularidades de Lisboa: grande parte das ruas são extremamente estreitas, em aclives e declives mais ou menos acentuados, e os proprietários de automóveis veem-se obrigados a estacionarem sobre os passeios. Sob este aspecto, os motoristas lisboetas são exímios, pois conseguem circular por alamedas e becos sinuosos que exigem muita perícia. Estas duas fotos foram feitas no Campo de Santa Clara, imediações do Panteão Nacional. 


8 – Auto-estrada do Sul, A2, bifurcação para Cacilhas e Almada. 


9 – Cafeteria junto à Praça do Comércio,
10 – Largo do Museu de Artilharia (Museu Militar) e Estação Santa Apolônia (Avenida Infante Dom Henrique). 


11 – Mosteiro dos Jerónimos, Freguesia de Belém, (Praça do Império). 


12 – Monumento aos Navegadores (ou Monumento aos Descobrimentos e também Padrão dos Descobrimentos), Belém.
13 – Parque e Museu dos Combatentes do Ultramar. 


14 – Torre de Belém, ao crepúsculo. 


15 – Calçada da Estrela
16 – Praça da Estrela. 


17 – Praça Luís de Camões, com um de seus belos e pitorescos quiosques, e Consulado Geral do Brasil 



18 – Três vistas a partir do Miradouro de Dom Pedro de Alcântara.  

       Por hoje, estas 23 fotos são o bastante. Restam muitas ainda a mostrar, o que farei conforme for selecionando. De qualquer modo, espero que vocês gostem e, sempre que puderem, comentem, ou aqui mesmo na postagem, ou no Livro de Visitas que está à disposição para todos os que quiserem avaliar o que tenho publicado.

Evandro